Notícias

Guanabara acerta construção e venda de Navios Militares a Deltária

Acordo de Contrução de Navios Militares entre Guanabara e Deltária

Pelo presente documento encomenda-se junto a Lisnave Estaleiros Navais S.A., sediada no Estado Livre da Guanabara, a construção de navios, das seguintes classes e nas seguintes quantidades:

  • 10 navios classe Torpedeiro;
  • 8 navios classe Patrulha Oceânica;
  • 5 navios classe Fragata;
  • 4 Submarinos nucleares balísticos;
  • 2 navios classe Porta-Aviões.

Concomitantemente contra-se a EMBEL Deltariana, para instalação de armamentos e equipação dos navios, com canhões e torpedos, além de demais equipamentos bélicos e de comunicação necessários.

Posso dizer que a Embel Deltariana receberá acesso às instalações dos Estaleiros da Livane Estaleiros Navais S.A., assim como galpões necessários. O Governo Bauru Vicentino compromete-se a ajudar no transporte de peças e equipamentos por meio de aviões cargueiros, partindo do Aeroporto de Assis.

Governo anuncia compra de carros para a Administração Pública

Nesta sexta-feira (3 de abril de 2020) o Governo do Estado da Guanabara anunciou a compra de 50 carros do modelo CEAVA Arona. O acordo foi feito diretamente junto ao Governo do Reino da Espanha.

Os veículos serão utilizados pela administração pública guanabarense. E serão fabricados e entregues pela montadora espanhola CEAVA.

A medida serve para aproximar os governos da Guanabra e da Espanha, que pretendem iniciar um série de parcerias e de aquisições de ambos os lados. Fato que deve movimentar a economia das duas micronações. E quem sabe dar início a um acordo comercial mais amplo. Autoridades de ambas as micronações falam informalmente em uma possível criação de um mercado comum, com a particiopação de outras micronações.

O Ministro das Finanças da Guanabara, Tobias Ferreia informou que será pago o valor de $150.000 pesetas, em moeda espanhola.

Partidos de Esquerda anunciam unificação

PS, PSD e MCT anunciam a criação do MST visando fortalecer a Esquerda na Guanabara

As eleições presidenciais no Estado Livre da Guanabara vão ocorrer no próximo dia 31 de outubro e o novo presidente já deve tomat posso no dia 1º de Novembro.

Visando fortalecer a Esquerda na política guanabarense, os três partidos de Esquerda se fundiram em um só. O Partido Socialista (liderado por Wanderley da Silva), o Partido Social Democrata (liderado por Fabiana Costa) e o Movimento Coletivo dos Trabalhadores (liderado por Renato Al Mig) anunciaram a criação do Movimento Socialista dos Trabalhadores (MST).

Segundo informações não oficiais o partido deve apoiar a reeleição do atual presidente Adilson Requião do Partido Liberal. Porém o MST sai bastante fortalecido para a Eleição Legislativa que vai ocorrer em 1º Março de 2020, tendo Renato Al Mig como potencial candidato ao cargo de Primeiro Ministro.

Logo do Movimento Socialista dos Trabalhadores

Guanabara inicia campanha pela igualdade de gênero

Governo cria Comitê para Igualdade de Gênero (CIG)

O Governo do Estado Livre da Guanabara anunciou nesta sexta-feira (26/07/2019) a criação do Comitê para Igualdade de Gênero (CIG). O órgão será responsável por campanhas e ações para diminuir as diferenças, tanto sociais, quanto profissionais entre os dois gêneros.

O comitê será presidente pela parlamentar Fabiana Costa, presidente do Partido Social Democrata (PSD).

A proposta dos especialistas é que esta nova instituição possa coordenar e monitorizar a implementação da Convenção para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher.

As recomendações destacam o fato de que as delegacias receberem em média 2,5 mil queixas de violência baseada no género por ano. Em 2018, todos os casos de feminicídio envolviam mulheres que deixarem os seus parceiros.

O comité recomenda  que “as autoridades cariocas intensifiquem os esforços para aumentar a consciência do público em geral sobre o tema, e em particular das mulheres em áreas rurais, urbanas e migrantes”.

Nos setores de justiça, do judiciário e dos agentes da lei, a sugestão é que os profissionais sejam capacitados para a aplicação direta da convenção ou para a interpretação da legislação nacional em processos judiciais.

Outra questão apontada é que os julgamentos em casos de discriminação baseada no género não são facilmente acessíveis ao público, e que falta um mecanismo, dentro do judiciário, para receber reclamações sobre o preconceito de género.

Outra proposta é que seja aumentada a consciência sobre a questão da igualdade de género em homens e meninos.

Estado da Guanabara em Estágio de Crise por causa das chuvas

Em quatro horas, choveu mais no Rio do que nos dias 6 e 7 de fevereiro, quando seis pessoas morreram em consequência do temporal. Trinta e nove sirenes foram acionadas em pelo menos 20 comunidades. Não há informação sobre feridos. A Defesa Civil informou em entrevista à GloboNews que foram feitas mais de 1,7 mil ocorrências.

Read More

‘Precisamos ter a nossa Guantánamo’, diz Witzel a policiais civis ao falar sobre crime organizado no Rio

O novo secretário de Polícia Civil do Rio, delegado Marcus Vinicius Braga, foi empossado nesta quinta-feira na Cidade da Polícia, no bairro do Jacaré, na Zona Norte do Rio. O governador Wilson Witzel participou da cerimônia e, mais uma vez, foi enfático – e polêmico – ao falar sobre o crime organizado no Rio de Janeiro. Desta vez, Witzel citou a prisão militar dos Estados Unidos na ilha de Guantánamo, em Cuba.

Read More

Jorge Felippe é reeleito presidente da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro

O recesso parlamentar foi suspenso para eleger a mesa diretora da Câmara de Vereadores que ficará no cargo pelos próximos dois anos. Os trabalhos começaram no fim da manhã. A nova mesa diretora foi eleita por unamidade. Jorge Felippe foi reeleito como presidente da Câmara de Vereadores. Apenas um nome é diferente da formação anterior.

Read More

Guardas começam a usar pistola de choque este mês

Mil novas armas não letais, que incapacitam a pessoa atingida por cinco segundos, serão distribuídas aos agentes municipais

A Guarda Municipal do Rio (GM) vai passar a trabalhar nas ruas até o fim deste mês com uma pistola de choque incapacita a pessoa atingida. Serão inicialmente mil armas não letais distribuídas pelas 35 unidades operacionais da corporação. Desde segunda-feira, uma turma de 60 agentes participa de treinamento na sede da GM, em São Cristóvão, oferecido pela fabricante da tecnologia. Eles se tornarão instrutores em suas unidades. A capacitação do grupo vai até amanhã. Na sexta, outros 30 guardas treinados anteriormente receberão uma aula de atualização.

A pistola, fabricada no Brasil pela Condor, se chama Spark e emite pulsos elétricos a distância (entre dois e oito metros). A cada vez que se aperta o gatilho, são lançados dois dardos, conectados ao alvo por fios. O efeito se dá sobre o sistema neuromuscular, incapacitando a pessoa por 5 segundos, que é o tempo de duração de cada disparo. Passado esse intervalo, a arma trava automaticamente. A empresa recomenda que sejam feitos no máximo dois disparos contra uma mesma pessoa.

Como funciona a nova arma não letal da Guarda Municipal

Chamada de Spark, ela é um dispositivo incapacitante que emite pulsos elétricos à distância, com altíssima voltagem (50 mil volts) e baixa amperagem.
A arma também pode ser usada em contato direto com a pele, provocando apenas dor. Qualquer utilização fica registrada na memória do equipamento, para averiguações no caso de suspeita de mau uso.O contrato com a Condor prevê duas mil armas a um custo de R$ 9,4 milhões, recurso do Fundo Especial de Ordem Pública. A fabricante diz ter recebido metade do valor, referente a mil pistolas. A GM, sem dar uma data, afirma que no começo de 2019 chegará o armamento restante.Comandante do Grupamento de Operações Especiais (GOE), Alex Abrantes ressalta que a arma só deve ser usada em último caso e afirma que até o réveillon ela poderá ser vista nas ruas:— Crimes de menor potencial ofensivo tendem a cair com os guardas equipados.

A GM diz que já há 184 agentes habilitados como instrutores. De 2009 a 2013, a Guarda chegou a trabalhar com uma pistola de choque (de outro modelo), mas uma liminar pedida pelo Ministério Público, sob a justificativa de combater excessos — principalmente na repressão de camelôs —, proibiu o uso. Em abril deste ano, a Justiça derrubou a liminar.

Diretor de Relações Institucionais da Condor, Luiz Monteiro afirma que a arma é usada por outras guardas do país, como as de Belo Horizonte, Vitória e São Paulo.

FONTE: Jornal O Globo

Pezão, governador do Rio de Janeiro, é preso pela PF

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, foi preso na manhã desta quinta-feira (29) pela Polícia Federal (PF). Ele foi detido no Palácio Laranjeiras, Zona Sul da capital carioca, residência oficial do chefe do estado.

A força-tarefa da Lava Jato que deu voz de prisão contra o político é a Operação Boca de Lobo, baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro de Sérgio Cabral. A Operação Boca de Lobo investiga os crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção ativa e passiva na administração do governo do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo Miranda, Pezão recebia mesada de propinas de cerca de R$ 150 mil, além de outras “bonificações” como 13º. O delator afirmou à PF que os crimes aconteceram quando o governador era vice de Cabral.

Mandados de Prisão
A prisão preventiva de Pezão foi determinada pelo ministro Felix Fischer, do Supremo Tribunal de Justiça (STJ). Além do governador, outros oito mandados de prisão e 30 de busca e apreensão também são cumpridos.

Os procurados são: José Iran Peixoto Júnior, secretário de Obras de Pezão; Affonso Henriques Monnerat Alves da Cruz, secretário de Governo de Pezão; Luiz Carlos Vidal Barroso, servidor da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico; Marcelo Santos Amorim, sobrinho do governador; Cláudio Fernandes Vidal, sócio da JRO Pavimentação; Luiz Alberto Gomes Gonçalves, sócio da JRO Pavimentação; Luis Fernando Craveiro de Amorim, sócio da High Control Luis e César Augusto Craveiro de Amorim, sócio da High Control Luis.

Fonte: Pleno.News